sábado, 7 de novembro de 2009

Massagem e tensão muscular



A Tensão Muscular é fruto de uma intrincada e complexa cadeia fisiológica que tem como 'botão detonador' as respostas emocionais que são inerentes a cada pessoa.

Esta tensão tende a se acumular em determinadas partes do corpo de acordo com o mapa fisio-emocional individual, começando numa fase aguda até se tornar crônica, caso não venha a ser tratada.

Nem todas as pessoas ficam tensas nos mesmos grupos musculares que outras, pois existem diferenças significativas entre cada indivíduo na elaboração de emoções do dia-a-dia, tais como medo, preocupação, frustrações, ansiedades, tristezas, alegrias...

A tensão pode vir a se tornar um problema fisiológico constante se não for buscada suas causas primárias. A soma das tensões musculares adquiridas a partir da infância traduz, ao longo dos anos, uma 'couraça muscular'.

Esta espécie de armadura emocional vai escrevendo a geografia no corpo de cada pessoa, segundo sua própria história e dificuldades pessoais. Desta maneira, alguns sentimentos podem ser somatizados como: ansiedade, insegurança, medo, solidão, ressentimento, vergonha, etc.

A função da massagem é a de atuar nas áreas mais atingidas e tensas, efetuando um trabalho de relaxamento e melhor fluxo sangüíneo. Nesse aspecto, a massagem pode ser considerada como um agente atenuador primário pois vai agir primeiro superficialmente no corpo físico, atingindo, a seguir, o corpo emocional da pessoa, sempre dependendo da técnica utilizada e, principalmente, da sensibilidade da massoterapeuta.

A massagem atua no tecido conjuntivo dissolvendo bloqueios e expandindo a consciência corporal, procurando trazer uma sensação de bem-estar e equilíbrio, favorecendo o estado de saúde global e se tornando uma grande aliada no combate ao tratamento da tensão muscular mais prolongada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget
Related Posts with Thumbnails